Resenhas e conteúdos sobre literatura

27 de janeiro de 2015

Resenha: O Guia do Mochileiro das Galáxias

Livro: O Guia do Mochileiro das Galáxias
Autor: Douglas Adams
Páginas: 160 (Edição Econômica)
Editora: Arqueiro
Avaliação:
Sinopse: O Guia do Mochileiro das Galáxias começou sua história como uma série de rádio e, depois, uma compilação em fita cassete.
Arthur Dent, um inglês azarado, escapa de um evento dramático - a destruição da Terra -, graças a um amigo de Betelgeuse que, enquanto estava ilhado em nosso planeta, havia se disfarçado de ator desempregado. Arthur se vê arrastado, apesar de seus protestos histéricos, para as situações mais alucinadas nos pontos mais distantes do tempo e do espaço.
O que realmente sustenta este livro hilariante, através de sua viagem freneticamente bizarra pela galáxia rumo ao legendário planeta de Magrathea e além, é a pergunta profunda sobre o porquê. De onde viemos? Por que estamos aqui? Para onde vamos? Onde vamos almoçar hoje?

Resenha
Começo dizendo que sou grande fade ficção científica, por isso a grande curiosidade em conhecer este livro, que é tido como um dos maiores clássicos do gênero. Devido aos inúmeros elogios que o renomado autor Douglas Adams recebe, comecei a leitura com expectativas altas, e me surpreendi ao me deparar com um livro um tanto quanto sem sentido.

O livro começa nos apresentando nosso protagonista, Arthur Dent, um homem de 30 anos que estava prestes a ter sua casa demolida para a construção de um desvio, mas não está nem um pouco disposto a deixar que isso ocorra, então resolve protestar em frente a casa para impedir que os tratores avancem. Em meio à esta confusão, eis que aparece um amigo de Arthur, Ford Prefect, que consegue convencer Arthur à lhe acompanhar até um bar, alegando que possui uma notícia importante. Notícia esta que seria a destruição iminente do planeta Terra.

Mal teve tempo de se indignar com a baboseira do amigo, e Arthur escuta o som de sua casa sendo destruída. Mas ao sair para constatar ele tem uma surpresa: naves alienígenas adentrando o planeta. Então é feito o anúncio, estes aliens, os Vogons, informam à todos os cidadãos que o planeta está prestes a ser “demolido” para a construção de uma via hiperespacial. E então o planeta é simplesmente destruído, mas Arthur consegue escapar adentrando a nave Vorgon com seu amigo Ford, que na verdade é um ser de outra galáxia, que viaja pelos planetas como um mochileiro, para coletar informações.
Até aí já é tudo muito louco, mas a loucura aumenta ainda mais durante a história. Inicialmente achava que o livro se tratava de uma obra infantil, bom, em alguns aspectos pode até ser, mas a complexidade da narrativa e a incorporação de alguns termos científicos acaba por aumentar o nível de leitura. Além disso, são feitas sátiras muito bacanas à sociedade, que certamente crianças não entenderiam. Neste aspecto, o autor foi genial.
O problema do livro é que nada faz sentido. É inegável que a criatividade do autor foi grande, mas acho que foi criativo até demais, porque tem cada coisa sem noção na história. Gosto quando a história tem verossimilhança, mas neste livro o autor resolve reinventar todos os conceitos já estabelecidos em relação ao universo e à vida, e na minha opinião, isso não ficou legal, por que ele acaba por criar situações absurdas , que por mais que sejam criativas, não tem sentido algum.
O livro já é bastante curto, mas para mim poderia ter a metade do tamanho, simplesmente porque não acontece nada. A narrativa é um tanto quanto parada, a maioria das páginas descreve as coisas alienígenas, algumas páginas ficam num papo “nada a ver” e basicamente a história não anda. Uma coisa que achei bacana é que o livro trabalha bastante o conceito de probabilidade e coincidência, e há a incorporação de uma tecnologia bem interessante, que é o gerador de improbabilidade infinita.

A narrativa não é exatamente fluída. Era um livro que eu pensava que iria acabar numa sentada, mas que demorei um pouco a ler, por que caí no sono várias vezes durante a leitura. Como desde o início é tudo muito sem sentido, o final não poderia ser diferente, temos umas revelações um tanto quanto estranhas e sem noção. Bom isto é apenas a minha opinião, pode ter quem goste do livro, afinal, não acho que vendeu 15 milhões de exemplares atoa. Só não deu certo pra mim. Não vou recomendar porque não gostei, mas fique à vontade para dar uma chance ao livro quem tiver interesse, vai que para você funciona. 

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

36 comentários:

  1. uashua A grande genialidade do Guia dos Mochileiros é ele ser sem noção. Na verdade, eu nem diria que é tão sem noção assim. O livro é uma grande aventura de comédia. Você não pode (nem deve) tentar leva-lo a sério. O grande divertimento quando eu li era justamente isso. A surpresa em cada página porque eu não sabia (realmente) o que podia acontecer. Enfim... O Guia dos Mochileiros realmente não é um livro para todo mundo aushuashua

    http://rotaseis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Guilherme.
      Como era um clássico da ficção cientifica, e eu estava lendo se sequer saber do que se tratava, eu estava levando a serio sim kkkk Mas, por favor, quando coisa sem noção. Não estou acostumado com leituras assim, para mim o livro não levou à lugar algum.
      Um abraço

      Excluir
  2. Oie, tudo bom?
    Eu li sobre o livro em um blog, não era uma resenha, mas eu fiquei com muita vontade de ler.
    Eu vi o livro na americanas, custa 20 reais cada um, ai que eu fiquei louca para ler. Acho que vou ler, mesmo você falando que é ruim, a curiosidade está maior.
    Também pensei que se tratava de um livro infantil.
    http://s-sessaoproibida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Lunii
      Leia sim para matar sua curiosidade kkkkk Eu comprei por 10 reais os 5 livros, então não fiquei tão bravo por ter gastado dinheiro com ele =p
      Um abraço

      Excluir
  3. Olá Daniel, tudo certo?
    Cara adorei teu blog, to seguindo e curtindo muito os posts, porém vou ter que discordar plenamente de você! Você tinha que abrir a mente para ler O Guia, fiz uma mesma resenha no meu blog (http://www.paradageek.com/ ) e com uma nota bem diferente, hehe.
    O livro é umas das maiores obres de ficção exatamente pelo tom non-sense dele e pela sua crítica, deboche e pelo seu lado cômico. Algumas coisas podem não fazer sentido agora, mas basta ler os os outros livros que tudo se encaixa.
    Abraços e que a força esteja com você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Mateus
      Pois é cara, eu ni com a mente aberta, e mesmo se tivesse aberto a mente não iria gostar. Gosto de livros que pelo menos façam algum sentido kkkk Não sei se lerei os outros livros =/ Chega de maluquice por enquanto hsuahsa
      Um abraço

      Excluir
  4. Oi tudo bem?
    já vi resenhas positivas e negativas, mas adorei muito o modo como falou, me fez ter uma visão mais clara do livro, para ser sincera não sei se leria o livro, provavelmente não, beijos Lost Words

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii
      Que bom que gostou da resenha ^^ eu procuro sempre ser sincero, se eu não gostei eu falo que não gostei mesmo, mas sempre procuro citar os pontos positivos do livro para quem se interessar, no caso deste, o ponto positivo foram as sátiras geniais feitas pelo autor .
      Um abraço

      Excluir
  5. Olá, parabéns pelo blog.
    Não sou muito fã de ficção científica e confesso que nunca tive muito interesse em ler,mesmo se tratando de quem é o autor. Mas com essa resenha eu fiquei até um pouco curiosa pra saber o que ele tem de tão sem noção...kkkk

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Quel
      Vá em frente e mate sua curiosidade kkkkk só te digo que nunca li um livro tão sem sentido assim.
      Um abraço

      Excluir
  6. A minha sensação ao ler o livro foi parecida: não entendi merda nenhuma. A premissa da história foi boa, mas a falta de nexo chegou a níveis altos demais. Teria sido genial se o final levasse a algum lugar, mas eu me senti andando em círculos.

    The Fat Unicorn

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Elisa
      Então Elisa, também me senti andando em circulos kkkk Alem da escrita ser cansativa, nada levava a lugar algum --'
      Um abraço

      Excluir
  7. Oi Daniel

    Esse não é um gênero que eu goste e essa capa não me agrada, no momento não seria um livro que eu leria, poxa demorei a encontrar onde comenta no seu blog fica escondido hein rsrs

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Andressa
      Nem fica escondido kkkkkk fica la no fialzinho, geralmente é la mesmo que fica =p Queria colocar em cima, mas não sei fazer isso kkkk
      Um abraço

      Excluir
  8. Oi, tudo bem?

    Sempre vejo elogios à este livro,mas até o momento não tive vontade de ler. Ele tem continuação, talvez o sentido que vc não achou nele pode estar na continuação, o que acha? Bjus!!!
    http://www.magisbook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii
      Com certeza a continuação será tão sem sentido quanto kkkkk não tem como dar sentido à toda essa maluquice que ele fez neste livro =p não sei se irei ler algum dia.
      Um abraço

      Excluir
  9. Sempre achei que os livros dessa série fossem meio infantis kkk Mas sempre tive vontade de ler. Quem sabe um dia... Embora como você disse que a história é sem sentido eu provavelmente não vou gostar muito x.x

    Então, também vim avisar que indiquei seu blog para receber o o selo "Blog Fofo". Não sei se vai gostar mas espero que sim.
    http://paperdream-s.blogspot.com.br/2015/01/primeiro-selo-blog-fofo.html
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Ruby
      Também achava que eram infantis, mas não são kkkk acho difícil uma criança conseguir lê-lo, eu mesmo custei a terminar kkkk
      E muito obrigado pelo selo <3
      Um abraço

      Excluir
  10. Oi, tudo joia?
    Já vi algumas resenhas que tem o mesmo ponto de vista que o seu, mas já vi aquelas resenhas de quem achou "o máximo" a série de livro. Mas nunca tive muita curiosidade em ler ...


    Beijos
    intoxicadosporlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Joi
      Já vi muita gente falando bem dele tambem, por isso resolvi ler. Mas me decepcionei e muito =/ Não gosto de livros neste estilo sem noção.
      Um abraço

      Excluir
  11. Oie!

    Meu namorado ama esse livro, me recomendou uma vez e eu até comecei a ler, mas não vingou. Não gosto muito de sci-fi, acho que me apego muito à realidade, sabe? Mas bom saber que o livro é sem pé nem cabeça, assim já sei que nem devo começar. Lembro que na Black Friday a coleção com os cinco livros (acho que é isso) estava 9,90! Fiquei interessada, mulher, né? Não pode ver uma promoção que quer comprar hahaha
    Gostei muito da sua resenha, muito bem escrita.

    Beijos!
    aline-hipolito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Aline
      Então... eu comprei por 9,90 na black friday kkkkkk ainda bem que não paguei caro neles.
      Fico feliz que tenha gostado da resenha. Um abraço

      Excluir
  12. Oi Daniel, tudo bem?
    É uma pena que para você esse livro não rolou, porque eu considero esse um dos livros mais geniais já escritos. O Douglas Adams faz diversas sátiras a todo momento com a vida real, consegue ser sem noção e ter algum sentido ao mesmo tempo. É engraçado e eu achei delicioso de ler. <3

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Luara
      Então... a parte das sátiras eu achei fenomenal. Mas e o sentido do livro? kkkkkk eu não consegui achar.
      Um abraço

      Excluir
  13. Olá,
    Eu nunca me interessei muito em ler esse livro, até parece ser bacana, mas não faz meu estilo de leitura e nem me interessou! Já o filme eu tenho até curiosidade de ver.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Inês
      Então, não era o meu estilo de leitura tambem kkkk Eu iria ver o filme pra fazer uma comparação, mas depois da leitura, nem sei se quero ver
      Um abraço

      Excluir
  14. o guia não se trata de uma obra infantil, mesmo porque era uma novela de rádio. Quanto a criatividade do autor, acho-a inquestionável, nada deve mesmo fazer sentido já que a quantidade de humanos é mínima! Quando se trata de vida em outro planeta somos totalmente incapazes de opinar sobre seu funcionamento e senso, o que ele tras é o lance de sempre Se há vida inteligente fora da terra, notamos na obra que não, fazendo-a ter passagens surreais e a meu ponto de vista muito engraçadas. Sobre o resto da coleção: o autor deixa a desejar, o segundo é fraco e do terceiro em diante não tem expectativa nenhuma, como se ele tivesse se forçado a estender o que já era suficiente.
    enfim, meu ponto de vista
    http://desconstruindoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então tiabetok, concordo que teria que ser um pouco sem sentido. Mas foi totalmente sem sentido, o autor resolveu reinventar a origem do universo '--' não curti isso não kkkkkk A única coisa bacana para mim foram as sátiras.
      Um abraço

      Excluir
  15. Olá!
    Por coincidência, eu terminei de REler O Guia do Mochileiro das Galáxias ontem e mais uma vez fiquei de cara com a genialidade de Douglas Adams. Tenho que discordar muito de você então, pois eu acredito que há sim uma história, mas ela acaba se desenvolvendo de um jeito inusitado demais, e como você disse, sem noção. Mesmo com essa particularidade, eu amo a obra e o jeito divertido e crítico da escrita de Douglas Adams.

    Leitores Forever

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Cris
      Que bom que o livro foi bacana pra vc kkkk eu não sei se conseguiria reler. Realmente tem uma história, mas eu não gostei, para mim a história precisa ter algum sentido =/
      Um abraço

      Excluir
  16. Ola Daniel, tudo bem?
    Estou bem surpresa com sua resenha pois esse livro é muito querido por muitas pessoas.
    Ficção Científica não faz muito meu gênero por isso nunca tive muito interesse por essa leitura.
    Apesar de ser um livro muito estimado pelo público sua argumentação faz todo o sentido pra mim, pois eu também não gosto quando o autor foge totalmente da realidade.
    Sua resenha está impecável! Parabéns.

    Abraço!
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Mai
      Fico feliz que tenha gostado da minha visão. A história é super criativa, isso é inegavel, mas não faz sentido algum. Eu praticamente arrastei essa leitura =/
      Um abraço

      Excluir
  17. Oi Daniel. Tudo bem?
    Já estive por várias vezes com essa série para ler, mas não sei porque nunca criei coragem. Nem as sinopses e nem as capas deles me atraíram e pelo jeito não é a toa mesmo né! Não gosto nem um pouco de livros sem sentidos e que a narrativa não é fluida. Mas quem sabe um dia, de preferencia que eu já tenha lido que tenho para ler, eu de uma chance a ele! kkkkk
    Bjoks da Gica.

    Uma Leitora Aquariana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Gica
      isso aí Gica, dê uma chance ao livro algum dia, quem sabe para você funciona? kkkkkk Pra mim foi totalmente sem sentido. Fiquei cansado de me arrastar entre as paginas kkkk
      Um abraço

      Excluir
  18. Oi Daniel,
    Eu até gostei do livro, mas ele não funciona muito bem em quem gosta de uma história/leitura linear. O Douglas Adams se preocupava mais em satirizar a sociedade inglesa, do que necessariamente em contar uma história coesa. Se o primeiro livro foi confuso, os demais pioram (rsrsrs).
    Eu recomendo o livro para quem gosta de uma boa sátira social, já para quem busca uma aventura ou algo mais arrebatador, é melhor passar longe.
    Parabéns pela resenha.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  19. Eu li esse livro e amei exatamente por tudo ser muito louco e nada fazer sentido, inclusive já li o segundo livro e pretendo continuar a série.

    http://www.eucurtoliteratura.com/

    ResponderExcluir

Copyright © Oficina do Leitor | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes