Resenhas e conteúdos sobre literatura

31 de maio de 2015

Resenha: Por um fio

Livro: Por um fio
Autor: Drauzio Varella
Páginas: 224
Editora: Companhia das Letras
Avaliação:
Por um FioSinopse: Em Por um fio, está de volta o narrador sensível e cuidadoso de Estação Carandiru, que, contando histórias reais, reflete sobre o impacto da perspectiva da morte no comportamento de pacientes e seus familiares. Drauzio Varella especializou-se em oncologia numa época em que o câncer era visto com tanto horror que nem sequer se pronunciava essa palavra - dizia-se "aquela doença" - e desde então convive cotidianamente com doentes graves. Em Por um fio, ele relata histórias que põem o leitor diante de questões delicadas, difíceis mesmo para quem lida com elas em sua rotina profissional. De um lado, a reação dos que se descobrem doentes, que vai da surpresa à revolta, do desespero ao silêncio e à aceitação. Do outro, a atitude dos parentes, que varia da dedicação incondicional à pura mesquinharia, da solidariedade ao abandono. E Drauzio conta ainda episódios surpreendentes de mudança de vida, como se a visão da morte fosse quase uma libertação, um divisor de águas que confere novo sentido ao porvir.

Resenha

Certamente, este é um nome conhecido por muitas pessoas: Dráuzio Varella. Médico Oncologista, ele é uma personalidade que vêm ganhando grande destaque na mídia nos últimos tempos, principalmente com debates relativos à problemática da AIDS e do câncer. Além da inegável competência para a medicina, Varella demonstra também talento para a literatura, fato que é evidenciado por seu livro "Estação Carandiru", o qual serviu de base para uma adaptação cinematográfica.

"Por um fio" é uma obra dividida em pequenos contos, nos quais o autor compartilha suas experiências reais, utilizando de narração em 1ª pessoa. São relatadas experiências clínicas do médico com vítimas, tanto do câncer quanto da AIDS, que, obviamente, tiveram seus nomes alterados no livro para preservar sua integridade; mas este fato de nada interfere no aspecto de veracidade da obra, uma vez que o autor demonstra grande capacidade de adicionar um carga emocional à mesma.

Todavia, Dráuzio não restringe sua narrativa à relatos clínicos de pacientes a quem ele acompanhou. O livre permite que o leitor conheça mais à respeito do oncologista, apresentando relatos sobre sua formação e carreira. Um fato bem interessante é que o autor fala também de suas experiências internacionais e mostra a maneira como a tão temida AIDS surgiu e se espalhou gradativamente.

O ponto forte do livro é a emoção, estando essa visivelmente presente em cada relato. A maneira sensível com a qual o autor narra, permite ao leitor compreender como é realmente a rotina de um médico, os laços criados com os pacientes e como o profissional da medicina deve ter um psicológico preparado para lidar com a morte.

Utilizando de linguagem simples, fluída e sensível, Varella consegue desconstruir em seu livro o pré-suposto de que livros com temática médica tendem a ser entediantes. A obra proporciona uma bela reflexão acerca da efemeridade da vida e a maneira com a qual lidamos nos nossos problemas. Um livro excepcional, que pode e deve ser facilmente lido, principalmente por aqueles que pretendem seguir carreira na área médica.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Olá, Dani... É a primeira vez que estou visitando seu blog, está tudo perfeito *~*
    Comecei com um blog agora, e se vc pudesse visitar seria uma grande ajuda. boa sorte, bjs..

    www.its-sucker.blogspot.com

    ResponderExcluir

Copyright © Oficina do Leitor | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes